A ESA vai treinar em Lanzarote para a colonização de Marte

Processo hipotético de terraformação

Novas notícias do Agência Espacial Europeia (ESA) sobre a futura raça de colonização de Marte. Por parte de diferentes instituições e empresas, há um desafio a cumprir, a importância de ser o primeiro a chegar à colonização, é algo além do orgulho, é o que será escrito nos livros de história. O desejo há muito esperado de recriar um ambiente marciano, está localizado nos lugares mais inóspitos, hostis ou estranhos de todo o planeta. Uma das razões porque Lanzarote foi escolhida, por seu terreno peculiar e semelhante ao planeta vermelho.

O objetivo final em que todos os experimentos e esforços giram, é o "Terraforming of Mars". Un projeto de engenharia planetária cujo objetivo é transformar todo o planeta em condições mais semelhantes às da Terra. Um dos primeiros passos é construir um bom assentamento onde as pessoas possam inicialmente morar. Recentemente, escrevemos sobre um cidade improvisada sendo construída em Dubai. Agora é a vez de Lanzarote.

O projeto Pangea

ESA Lanzarote Mars

Pangéia é o nome do projeto informativo com o qual os astronautas treinarão no subsolo, uma das possibilidades reais que está sendo considerada. A principal razão é que o nível de adversidade em Marte no início será muito alto. Um dos lugares mais seguros e sensíveis para assentamento humano é viver em um dos muitos tubos de lava ou cavernas em Marte. Locais semelhantes aos que podem ser encontrados em Lanzarote.

Durante 5 dias em novembro, esta campanha a acompanhará 50 pessoas, 14 experimentos, 18 organizações e quatro agências espaciais. Também participarão alguns convidados da missão ExoMars da ESA, que se prepara para enviar um robô explorador a Marte até 2020. Um robô acompanhado por uma câmera de alta resolução e um pacote de sensores para medir o vapor de água neste ambiente que deverá estar completamente escuro.

Como sempre, continuaremos relatando avanços relevantes na conquista de Marte, algo que, sem dúvida, esperamos poder viver e testemunhar. Sem dúvida um marco histórico na história da humanidade.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.