Por que as estações ocorrem

outono e inverno

As quatro estações do ano, primavera, verão, outono e inverno, são quatro períodos fixos de cada ano divididos de acordo com as condições climáticas específicas e recorrentes que se manifestam na atmosfera. Cada uma dura cerca de três meses e, no total, constituem um sistema circulatório de condições meteorológicas e climáticas constantes. Muitas pessoas não sabem Por que as estações ocorrem.

Por isso, vamos dedicar este artigo a explicar por que ocorrem as estações do ano e qual a importância delas para o equilíbrio energético do planeta.

Por que as estações ocorrem

Por que as estações ocorrem

As estações do ano são um fenômeno planetário que é resultado dos movimentos de translação e inclinação dos planetas em suas órbitas ao redor do Sol, e embora ocorram nos dois hemisférios da Terra, sempre ocorrem de forma oposta, ou seja, quando é verão no norte e verão no sul é inverno e vice-versa. Para distingui-los, costumamos falar sobre a temporada norte (no hemisfério norte) e a temporada sul (no hemisfério sul).

Além disso, dependendo da zona climática, as estações do ano se manifestam de maneiras muito diferentes. Por exemplo, as regiões mais próximas ao equador não possuem estações bem definidas, mas sim estações chuvosas e secas, com pouca variação de temperatura, enquanto nas regiões temperadas as estações são diferentes e o clima e a meteorologia variam muito. Ainda assim, o comportamento exato de cada estação depende da localização geográfica do local.

Em termos gerais, as quatro estações podem ser entendidas da seguinte forma:

  • Inverno. Esta é a época mais fria do ano quando o sol bate menos diretamente e com menos intensidade, o crescimento das plantas diminui ou para e, em alguns lugares, ocorrem geadas, nevascas e outros eventos climáticos mais extremos.
  • Primavera. Este é um momento de renascimento, quando o sol se aquece novamente e o gelo começa a derreter, e as plantas usam esse tempo para ficarem verdes e florescerem. Espécies de animais hibernantes emergem de suas tocas e os dias começam a se alongar.
  • Verão. Esta é a época mais quente do ano, quando o sol é direto e intenso e a temperatura aumenta. É quando a planta dá frutos e a maioria dos animais aproveita essa oportunidade para se reproduzir.
  • Outono. É quando as folhas murcham, o clima começa a esfriar e a vida se prepara para a chegada do inverno. É uma época culturalmente associada à melancolia e à tristeza, pois as noites começam a ser mais longas que os dias.

Um pouco de história

Desde os tempos antigos, diferentes culturas entenderam as estações como um ciclo eterno e ligaram suas histórias funcionais e ciclos cósmicos entre si. Durante os meses de inverno, por exemplo, o prolongamento das noites e o enfraquecimento do sol estão associados à morte e ao fim dos tempos, fazendo da primavera uma época de renascimento e celebração, uma época em que a vida triunfa sobre a morte no tempo.

Tais associações e metáforas aparecem em muitas tradições mitológicas e até mesmo nos símbolos da maioria dos ensinamentos religiosos.

Características principais

estações do ano

As características das quatro estações são as seguintes:

  • Eles formam um ciclo ou ciclo que se repete todos os anos, com uma data de início ou término ligeiramente diferente para cada período. Sua correspondência com os meses do ano depende do hemisfério terrestre, um deles é: janeiro é o mês de inverno no hemisfério norte, é o mês de verão no hemisfério sul.
  • Manifestam-se por meio de mudanças mais ou menos climáticas (como temperatura e umidade atmosférica) e condições climáticas (como seca, chuva, neve, granizo, ventos fortes, etc.). Cada época tem características próprias, geralmente mais ou menos semelhantes entre uma área geográfica e outra.
  • Há sempre quatro estações, cada uma com duração média de três meses, abrangendo assim doze meses do ano. No entanto, nas regiões equatoriais, existem duas estações do ano: a estação chuvosa e a estação seca, cada uma com duração aproximada de seis meses.
  • Os limites entre uma estação e outra são geralmente dispersos e graduais, ou seja, não há mudanças bruscas e repentinas de uma estação para outra. Os pontos de cruzamento entre uma estação e outra são chamados de solstícios e equinócios.
  • Cada estação tem características típicas, mas o seu comportamento pode depender da localização geográfica: topografia, zona climática, proximidade da costa, etc.

Por que as estações do ano ocorrem na Terra?

Por que as estações do ano ocorrem na terra?

As estações são devido a uma combinação dos seguintes fatores:

  • O movimento de translação do nosso planeta, que consiste na órbita do planeta ao redor do sol, leva cerca de 365 dias ou um ano para ser concluída.
  • Seu eixo está constantemente inclinado, cerca de 23,5° em relação ao plano da eclíptica, ou seja, nosso planeta está permanentemente inclinado, de modo que recebe a luz solar de forma desigual, dependendo de sua posição na órbita.
  • Isso significa que nas extremidades de sua órbita, a incidência dos raios solares varia, atingindo diretamente um hemisfério (que experimentará o verão) e indiretamente e obliquamente o outro hemisfério (que experimentará o inverno). Como resultado, o ângulo em que a luz solar atinge a Terra varia ao longo do ano, resultando em dias mais longos ou mais curtos, dependendo do hemisfério.

Solstícios e equinócios

O solstício e o equinócio são conhecidos como os quatro pontos-chave no caminho orbital da Terra em torno do sol, que ocorrem sempre na mesma data, marcando a transição de uma estação para outra. Há dois solstícios e dois equinócios, que são:

  • O solstício de verão em 21 de junho. Neste ponto de sua órbita, entre o outono norte/primavera sul e verão norte/inverno sul, a Terra expõe seu hemisfério norte ao sol, então os raios do sol atingem o Trópico de Câncer verticalmente. O norte aquece e o sul esfria; as noites ficam mais longas no sul (noites polares ou de 6 meses perto da Antártida), assim como os dias no norte (dias polares ou 6 meses perto do Pólo Norte).
  • 23 de setembro é o equinócio de outono. Neste ponto da órbita, entre o verão do norte/inverno do sul e o outono do norte/primavera do sul, ambos os pólos estão expostos à radiação solar, de modo que seus raios são perpendiculares ao equador da Terra.
  • Solstício de inverno em 21 de dezembro. Neste ponto em sua órbita, entre o outono norte/primavera sul e inverno boreal/verão sul, a Terra expõe o hemisfério sul ao sol, então os raios do sol atingem Capricórnio verticalmente. O sul é mais quente e o norte mais frio; as noites ficam mais longas no norte (noites polares ou de 6 meses perto do Pólo Norte), assim como os dias no sul (noites polares ou de 6 meses perto da Antártida).
  • 21 de março o equinócio da primavera. Neste ponto da órbita, entre o inverno do norte/verão do sul e primavera boreal/outono do sul, a Terra expõe ambos os hemisférios ao sol e seus raios atingem perpendicularmente o equador.

Espero que com esta informação você possa aprender mais sobre por que as estações do ano ocorrem.


Um comentário deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Cessar dito

    Este tópico das ESTAÇÕES é muito interessante, pois compreendi e aprendi conhecimentos que não conhecia, continuo como sempre fornecendo conhecimentos tão valiosos.